4.2.09

Nas Portas

As demissões rondam o pólo industrial de Barcarena.
Devem começar pelas empresas terceirizadas das gigantes do alumínio.

4 comentários:

Magnata disse...

Juca, rola por aqui, que as gigantes vão parar algumas linhas, isso aqui vai virar um caos, ja tem muita gente desempregada. Esperamos que a Vale não pare com os investimentos na CAP. Ao meu ver, eles não param, pois o projeto tá previsto pra rodar a primeira fase daqui +ou- 3 anos, que é o tempo da crise, conforme os especialistas. É previsto que o mercado esteja aquecendo novamente nesse momento. A Vale vai ter que ter alumina pra por no mercado.

Juvencio de Arruda disse...

Tomara, camarada. Emprego,neste momento, é ouro. Aguardemos.
Abs

Cabelo Seco disse...

Essa semana mais cabeças rolaram no D.I.M de Marabá, alem do que, a jornada de trabalho foi reduzida em 20%, consequentemente os salários tambem...

Anônimo disse...

Uma das saídas buscadas por alguns empresários para evitar as demissões em massa está sendo a negociação para redução de alguns salários. é melhor que ficar desempregado. barcarena também já entrou nessa...