8.2.09

Conselheiro Contesta, Mas Jornal Mantém

Na página A4 do primeiro caderno do jornal Público, edição de ontem, 7, o conselheiro do TCE, Cipriano Sabino, contesta as acusações de que seu nome tenha sido citado na CPI da Pedofilia.
Seus advogados, Claudio Pontes e Luis Fernando Guaracio da Luz, estiveram no jornal em nome do conselheiro. Guaracio foi secretário adjunto de Transportes quando Cipriano ocupou aquela pasta, nos tempos tucanos.
O jornal manteve o que publicou.
Ainda de acordo com a matéria, o ex prefeito de Barcarena, Laurival Arapariu Cunha (PMDB) também teria sido citado na CPI mas não procurou o jornal para contestar a informação.
Em Barcarena comenta-se que o ex prefeito teria sido vítima de uma armação de policiais civis interessados em extorquí-lo.

----

Nota na coluna Por Dentro, do repórter Ronaldo Brasiliense, no caderno Poder do IVCezal, também traz bastidores da CPI, na mesma direção das informações recebidas pelo Público. Voce pode lê-las aqui, no blog do Brazuka.

----

Atualizada às 12:50.

O blog errou. Luis Guaracio, indicado por Sabino, foi secretário adjunto de Justiça na gestão de Ana Amélia Sefer Figueiredo. Cipriano nunca foi secretário de estado.

7 comentários:

Anônimo disse...

Cipriano Sabino, secretário de transportes ?
De que governo ?

Anônimo disse...

Caro Juvencio so uma correção,Guarácio foi Sect-Adjunto de Justiça e não de segurança.Abs...

Juvencio de Arruda disse...

Atualizado, caro.
Obrigado.
Abs

Anônimo disse...

Este Jornal não é aquele relacionado com o desvio de bobinas de papel jornal da IOEPA?

Juvencio de Arruda disse...

Não. Este jornal é aquele relacionado ao empréstimo de chapas para impressão da IOEPA, a pedido do fornecedor das mesmas, segundo informações da Secom do governo do Pará.

Anônimo disse...

Sei...

Anônimo disse...

sabe nda!