6.2.09

Presunção de Indecência

Agora é definitivo: o STF entrega o país aos bandidos.

11 comentários:

Lafayette disse...

É como disse lá no meu, existe réu e reu.

E agora complemento aqui, mas só existe um STF. Recorrer pra quem... não tem.

Anônimo disse...

Juca,
Tudo bem, a decisão beneficia os "culpados", no entanto, é uma garantia para os "inocentados", já pensou ficar preso e depois de anos ser absolvido, deve ser barra, hein?.

Anônimo disse...

Com essa, sabe quando o Danadinho Dantas vai para a prisão?
Sòmente depois de 12.459 recursos, a ser apreciados , provavelmente, no ano de...dois mil e vinte e ...não sei.
Alô, alô pilantragem...vamu comemorá!!! tá tudo sôrto!!!

Lafayette disse...

É verdade, das 12:04PM, mas, na verdade, esses casos são raros, em comparação ao volume de acerto.

Tá, tá, mas aí você pode replicar: -Mas, quando acontece, é 100% de erro pro coitado.

...é verdade, mas pelo menos alguém tem que se ferrar...

...não precisaria o STF botar em todo mundo, né mesmo?

Anônimo disse...

É Verdade Lafayette, o STF poderia ser mais criterioso, e verificar os indícios razoáveis(confissão, por exmplo), para deixar o nacional preso.
Das 12:04

Anônimo disse...

Essa foi demais. Se não dá pra prendê-los, nem julgá-los, melhor soltá-los. Melhor então fechar a rasgar a Toga da Noca, pois tá saindo bem caro no bolso e na moralidade nacional.

Anônimo disse...

Voto sensato, coerente proferiu o min. Joaquim Barbosa, lembrando:1)que o réu condenado pode interpor recursos, indefinidamente; 2)em nenhum lugar do mundo acontece o que sucede no Brasil; 3)é preciso considearar e levar à sério o julgamento do juiz singular e dos tribunais de justiça, que condenam apreciando a prova dos autos, o que não ocorre no STF que não as examina.
A maioria desses ministros "viajam" devaneiam, querem demonstrar erudição (aparecem na TV. Discutem como se tivessem numa academia de direito, alheios a realidade, e não em um tribunal. Enfim, uma sólida contribuição para a umpunidade.

Anônimo disse...

Juca,
O que se deduz da disso é o seguinte: se a lei já era pra poucos, agora mesmo é que é só pros ricos. Esbaldem-se os criminosos de colarinho branco e os traficantes. Eles sim, podem pagar advogados para adiar ad eternum uma condenação. Para o Brasil que eu quero descer!

Juvencio de Arruda disse...

É...pra quem pode pagar os advogados especialistas em perjúrio e os juízes vendedores de sentenças.

Lafayette disse...

Às 7:22 na mosca, de novo, Juva.

Anônimo disse...

Para quem não gostou da decisão do STF, tomara que nunca vocês sejam injustamente presos... tomara...