29.4.09

Desinteresse

Nenhum jornal da capital noticiou o encontro de seus trabalhadores - e aberto à sociedade - que vai discutir Ética e Liberdade de Expressão hoje, às 15:00, na Faculdade Ipiranga, na av. Almte. Barroso com Humaitá.

20 comentários:

Anônimo disse...

vc tem noticias do caso vanessa?

Juvencio de Arruda disse...

Só as do IVezal, que sugerem a velha e safada pizza.

Anônimo disse...

MAIS DO MESMO
Bastou pouco mais de 200 edições para "O PÚBLICO" se igualar aos que seus concorrentes tem de pior: a exibição de corpos femininos semi-nús na capa do jornal. Falta, apenas, para se assemelhar aos colgas de pocilga, a exibição de corpos dilacerados... pelo visto, não vai faltar muito tempo.
Perdem, com isso, a opinião pública, cada vez mais refém da lógica do "mercado" e do "poder político" e em seguida os profissionais que sem muita opção de trabalho ou se submetem a tudo isso ou se acostumam a fazer o mais do mesmo. Aqui, a ordem dos fatores em nada alteram o produto que se soma aos outros de péssima qualidade.
Satchel Paige

Anônimo disse...

Caso Vanessa: Arbage era o "sujeito" que poderia resolver com ação, virou "agente da passiva".

Anônimo disse...

Nem mesmo o Diário recomendou a palestra do seu Chefe de Redação...

Anônimo disse...

Foi contundente o pronunciamento do deputado Parsifal Pontes (PMDB) hoje, da tribuna da Alepa, contra os secretários da governadora Ana Júlia Carepa (PT). Disse que os secretários não atendem os deputados; que os parlamentares precisam se fazer respeitar; que tiveram mais de 1 milhão de votos; que os secretários estão prejudicando a governadora; que a secretária de Saúde não representa o PMDB e que secretários precisam ser mudados sob pena dos parlamentares terem que abandonar o apoio ao governo.

telmachristiane disse...

E os jornais por acaso acham isso importante ? É triste, mas é a realidade da sociedade em que vivemos.

Anônimo disse...

Pense que para O Globo, Belém é a capital do Maranhão! O mundo tá perdido mesmo!

vejam a matéria no link:

http://oglobo.globo.com/cidades/mat/2009/04/29/belem-sofre-com-chuva-mare-de-3-4-metros-de-altura-755492705.asp

Anônimo disse...

amigo juvencio issso é uma vergonha, eu soube que o unico vereador que votou para que a denuncia contra a vanessa não fosse para a comissão de ética e sim que fosse sorteados tres vereadores no plenario para fazer parte de uma comissão para apurar o caso foi o arbage, pois a comissão de ética é formada pelos vereadores marquinho, iran moraes, bispo rocha, raimundo castro e abel loureiro, desses 5 tres são digamos os defensores dela e ai amigo tudo vai terminar em pizza.

Meg Barros disse...

Juvêncio,
Eu vou hoje no Ypiranga.

Juvencio de Arruda disse...

Será um prazer conhecê-la pessoalmente, Meg.
Até lá.

Lafayette disse...

Senadora Kátia Abreu quer explicações.

Hoje, na Audiência Pública sobre meio ambiente e agronegócios, no Senado:

http://www.senado.gov.br/agencia/verNoticia.aspx?codNoticia=90411&codAplicativo=2

"COMISSÕES
29/04/2009 - 12h55
Kátia Abreu diz que produtores rurais não defendem desmatamento

Primeira senadora a debater hoje na audiência pública conjunta sobre meio ambiente e agronegócio e autora do requerimento para realização da reunião, a senadora Kátia Abreu (DEM-TO) garantiu que os agropecuaristas, ao defenderem mudanças no Código Florestal, não querem promover devastação ambiental.

Ela disse que os produtores são contrários ao desmatamento, mas defendem uma reformulação do código, que já possui mais de 40 anos de existência, período em que ocorreram modificações estruturais tanto no campo quanto na área rural, salientou a senadora.

- Nós somos o único país do mundo capaz de matar a fome do mundo sem matar uma árvore, mas para isso os produtores terão que receber a consideração merecida - disse a senadora, ao salientar a importância dos agropecuaristas para a produtividade agrícola, exportações e composição do Produto Interno Bruto (PIB).

Ela pediu, porém, bom senso na definição de leis que, segundo ela, "acabam por marginalizar vários produtores rurais que não conseguem cumprir uma lei que não condiz com a realidade do país".

Para Kátia Abreu, se o Brasil decidir mesmo a manter a preservação de 70% de sua extensão territorial para reservas de proteção ambiental, os que defendem essa posição terão que explicar para a sociedade porque tomaram tal decisão."

Quem se habilita às explicações? Pelo menos às políticas?

Anônimo disse...

O quebra cabeça da farsa começa a ser montado.É vergonhoso ler o parecer jurídico da Câmara enterrando a denúncia contra Arbage.
Aos fatos:
1. Ele deveria ter deixado o plenário votar se acataria ou não a denúncia dele;
2. Ele tenta desqualifica o denunciante alegando que o mesmo não estava quite com as obrigações eleitorais e não havia informado a residência, o que foi desmascarado na hora;
3. Argumentou que qualquer denúncia contra vereador só pode ser feita pela Mesa ou por Partido Político com representação na Casa. E a denúncia da doméstica laranja?;
4. E mentiu ao garantir que o processo da Transterra já foi sentenciado. Pois a Ação Popular nº 2005/1031434-3 está sob vistas de um procurador desde 2006, sem qualquer decisão.
Naquela terra de anjos e arcanjos, pelo jeito a única diabinha é a Vanessa.
Atento de dentro da Câmara...

Anônimo disse...

"Para Kátia Abreu, se o Brasil decidir mesmo a manter a preservação de 70% de sua extensão territorial para reservas de proteção ambiental, os que defendem essa posição terão que explicar para a sociedade porque tomaram tal decisão."

Então o Brasil destina 70% de sua extensão territorial para reservas de proteção ambiental?

De onde essa senhora tirou semelhante (des)informação?

Múltipla escolha:

a - a Sra. Kátia Abreu não tem juízo;

b - a Sra. Kátia Abreu não tem vergonha na cara;

c - a Sra. Kátia Abreu nos considera, a todos, completos idiotas;

d - todas as respostas acima estão corretas;

e - as alternativas "b" e "c" estão corretas mas, por medida de segurança, mantenha a alternativa "a" -- e uma camisa de força -- na prateleira.

Anônimo disse...

Juvêncio foi descoberto várias irregularidadaes no Centro Social da Policia Militar(CESO)e o oficial chamado LUIZ FERNANDO GOMES FURTADO acusado das irregularidades foi afastado do cargo e o pior como ele é ligado ao PT agora em 21 abr 09 ele foi promovido pasmem pela Ana Kits escolares Carepa a Tenente- Coronel por "merecimento" pode.
Segue abaixo o resultado da sindicância feita pela Corregedoria para vc divulgar em uma matéria no blog.
Abraços

HOMOLOGAÇÃO DE SINDICÂNCIA DE PORTARIA nº 178/2008-
SIND/CorCME
Das averiguações Policiais Militares mandadas proceder pelo Comandante Geral da PMPA, através da Portaria nº 178/2008 –D/CORCME, datada de 25 de novembro de 2008, que teve como Encarregado o CEL QOPM RG 9014 VLADISNEY
REIS DA GRAÇA, DO CG com o objetivo de apurar os fatos constantes no Relatório de
Fiscalização nº 120/08 – AGE que versam sobre a administração do Centro Social da
Policia Militar do Pará (CESO – PMPA).
RESOLVO:
1 – Concordar com a conclusão a que chegou o Sindicante de que o fato
apurado apresenta indícios de crime militar e transgressão da disciplina policial militar
por parte do MAJ QOPM RG 8849 LUIZ FERNANDO GOMES FURTADO, enquanto
Diretor Executivo do CESO-PMPA, por ter deixado de cumprir as suas atribuições
previstas no Decreto nº 1530, de 22 de abril de 1981 (Estatuto do CESO-PMPA), sendo
observadas as seguintes irregularidades:
a) aquisição de terreno na cidade de Santarém com valor superfaturado com base em laudo de avaliação irregular, causando
prejuizos aos associados do CESO-PMPA;
b) pagamento de serviços de engenharia sem comprovação de execução da obra;
c) contratação de serviços de conservação e limpeza com sobrepreço;
d) contratação direta de prestadores de serviços;
e)concessão de emprestimos em desacordo com o Estatuto do CESO-PMPA, tudo conforme relatório de fls. 648-667;
3- Remeter a 1º via dos autos á justiça Militar Estadual para conhecimento e
providências. Providencie a Cor CME;
4- Disponibilizar a 2ª via dos autos ao Presidente do Processo Administrativo
Disciplinar no Cartório da Corregedoria Geral. Providencie o Chefe do Cartório;
Providencie a SIE do EME.
Belém, PA, 24 de março de 2009.
LUIZ DÁRIO DA SILVA TEIXEIRA – CEL QOPM RG 9017
COMANDANTE GERAL DA PMPA

David Carneiro disse...

Prezado Juvêncio

Recentemente, vi uma propaganda do PSS falando que o governo Lula, assim como o governo Collor, iria mexer na poupança. Tomei a iniciativa de escrever uma carta ao presidente estadual do partido, externalizando minha posição a respeito do tema. Mandarei amanhã. Gostaria de dividí-la contigo e com os leitores do teu blog:



Excelentíssimo Senhor Deputado Arnaldo Jordy,


1 - A despeito de todas as diferenças ou divergências políticas que mantenho a respeito de seus posicionamentos, sempre admirei o trabalho de Vossa Excelência e o tomo por um político honesto e competente. Foi com muita surpresa, e não sem indignação, que reagi ao ver o programa do partido de Vossa Excelência na televisão, dizendo que o governo Lula, assim como o governo Collor, iria mexer na poupança.Peço, humildemente, que leve minhas considerações aos seus colegas de partido.


2- Como estudante de direito, não sou nenhum especialista em economia. Contudo, isso não me impede de, com um certo esforço, tentar acompanhar o debate sobre a política econômica do meu país e nem de desenvolver alguns juízos de valor acerca deste assunto. Assim, toda a pessoa de razoável instrução sabe que, com o processo de queda dos juros, a poupança tende a ficar mais atrativa do que alguns fundos de investimento e que, se a tendência de queda se confirmar, uma migração mais consistente de capitais ( perdoe se não uso os termos técnicos apropriadamente) para a caderneta poderia trazer prejuízos para nossa economia. Assim, cogita-se a possibilidade de se alterar a rentabilidade das cadernetas. É nestes termos que hoje se faz o debate sobre a poupança, certamente um debate difícil e delicado.


3 - Mesmo assim, o próprio governo já garantiu que não haverá mudanças para aplicações até 15 mil reais, faixa que já abarcaria de qualquer forma mais de 90% dos poupadores. Afirmação que não impede, de qualquer modo, que o PPS defenda a posição contrária a qualquer mudança na poupança, o que é, sem dúvida, uma questão complicada. No entanto, nada justifica a propaganda alarmista e mentirosa do seu partido.


4 - Ontem mesmo fui surpreendido com uma tia minha, uma pessoa simples e honesta, quase espavorida com medo do novo confisco que fariam na poupança. Ao tentar fazer qualquer ligação do atual debate sobre a poupança com o confisco ocorrido durante o governo Collor, o seu partido adota uma maneira canalha e baixa de fazer política, explorando um temor injustificado por parte da população e fazendo insinuações que não guardam qualquer semelhança com a realidade e nem levam a quaisquer dividendos políticos de longo prazo.


5 - Na presente propaganda, o partido de Vossa Excelência, o PPS, explorou o que exploram todos os partidos conservadores e reacionários do Brasil: a ignorância dos pobres, a paranóia de parte da classe média e a intolerância dos ricos. Foi uma propaganda infeliz, antidemocrática e conservadora. Se a idéia era anunciar um novo bloco “democrático e reformista” o PPS começou muito mal. Pelo menos, hoje o povo brasileiro está mais atento a este tipo de prática.


Esperançoso de dias melhores para o nosso país,


David Carneiro, estudante de direito da UFPA

luluquefala disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
luluquefala disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
luluquefala disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

O Luluquesogrão está de volta.