29.4.09

Na Toca

O senador Eduardo Suplicy (PT-SP) subirá à tribuna do Senado, logo mais à tarde, para ler a carta da governadora Ana Julia sobre o conflito entre Estado x Daniel Dantas no sul do Pará.
Com transmissão ao vivo pela TV Senado.
Os senadores tucanos paroaras Tapiocouto e Flexa, que sumiram da mídia, podem assisti-lo de seus gabinetes. Ou em Plenário mesmo, debaixo da saia da senadora Katia Abreu (DEM-TO).

13 comentários:

Anônimo disse...

Até quando vamos esperar que eles façam alguma coisa? Mario Couto e Flexa não tem compromisso nenhum senão com seus interesses pessoais, estão longe de repreentar os interesses do nosso Estado, são abutres esperando que sobrem os restos para que eles possam se alimentar. Independente de Partido essa era a hora da Bancada Paraense se unir e defender os interesses do Estado.

Juvencio de Arruda disse...

Eles perceberam que foram percebidos. Daí o silêncio obsequioso a que se impuseram...ou lhes foi imposto.
Repito: uma das mais desastradas estratégias eleitorais que vi nos últimos tempos.

Anônimo disse...

Coerente foi o deputado Vic que censurou publicamente a senadora do seu partido, ao desautorizar seus atos em nome do DEM no Pará.

Anônimo disse...

É juvêncio as vezes me sinto cansado, um cansaço que sugere deixar as coisas como estão, parece que nossos esforços pessoais por moralidade não surtem efeito, eles sempre saem ganhando e nós de alguma forma perdendo com tudo isso. Todos os dias venho aqui no blog, repetidas vezes quase como um vicio que me faz externar minha indignação. Hoje pela primeira vez me ocorreu de deixar de faze-lo já que acabo somatizando a minha raiva e a minha indignação o que no momento é contraindicado, tenho certeza que não sou o unico, é obvio que muitas coisas mudaram mas não como gostaríamos e nem no tempo desejado, vejo que já não aguentamos mais isso e que me sinto sinceramente vencido, como se levasse a cada dia uma surra, creio que perdemos a nossa capacidade de reverter isso. Quando vejo essa censura que lhe foi imposta tenho plena convicção de que um peso caiu sobre os seus ombros, que certamente recaiu sobre seus leitores porque nos indignamos quando eles tentam nos calar, menosprezar enfim.. todas as coisas que eles fazem para dilacerar nossos anseios e expectativas. Tenho a sensação de uma completa falência social, inércia, cumplicidade, corrupção e conivência entre os poderes que se calam, convivem e abafam suas mazelas enquanto lucram com o caos. Pra gente parece obvio os papeis de cada uma dessas pessoas, presidente, deputados, senadores, vereadores, juízes etc.. Parece simples fazerem o seu trabalho mas eles alémd e não fazerem ainda se locupletam , cansa meu amigo, cansa! A que horas vamos reagir? A que horas começaremos a desbanca-lo? Não tenho mais paciência para esperar essa mudança lenta. Espero que possamos mudar isso sinceramente.

JC

Juvencio de Arruda disse...

Quem não sente o que nos sentimos, JC? Claro, além da bandidagem...
Vamos em frente.
Pesa mas não dobra.
Abs

Anônimo disse...

Ao anônimo das 9:33 eu digo que não somente esses dois senadores, mas quase todos (umas duas exceções) os nossos representantes - da Câmara e do Senado - só tem compromisso com os seus interesses pessoais. Isso é fato.

Anônimo disse...

juva, sabe que horas o senador vai subir na tribuna?

Juvencio de Arruda disse...

Não sei.

Anônimo disse...

Às 15, até onde sei

Anônimo disse...

O Senado de Luta e Coragem (Mário Couto), definitivamente, virou calo no sapato de muita gente (invejosa), inobstante até quando fica calado ele incomoda.
Deixa o homem trabalhar!!!

Prof. Alan disse...

Juvencio, Mano Velho, você errou: a Katia Abreu não é do DEM, e nem é senadora. Ela é só uma pessoa que, por puro acaso, também preside a CNA - Confederação Nacional da Agricultura...

Anônimo disse...

É aconselhável muita cautela com o recado da governadora. Daniel Dantas é o alvo, mas o "tiro" pode acertar Grenhalg, Lulinha, Mercadante, e, por tabela o "Pai" deles todos e da Carepa. Muito cuidado...

Yúdice Andrade disse...

Mário Couto é "o Senador de Luta e Coragem", é? Obrigado por me informar. Questiono-me se você, anônimo, é assessor ou cabo eleitoral do sujeito. Porque sem interesse pessoal não dá para defender um indivíduo que, sim, irrita e nos constrange até quando fica calado. Quando fala, então, Deus nos livre!
Eu gostaria de deixá-lo trabalhar, como você sugere. Aliás, eu gostaria que ele fizesse algo pelo Pará. Mas até para ler a carta da governadora foi preciso descolar um senador de São Paulo. Sabe como é: interesses partidários são superiores aos do Estado. Coisa dos nossos politiquinhos de paróquia. Você deve saber disso, tanto que não assinou sua mensagem. Chato defender uma causa que envergonha, não?
Mas eu assino e mostro a cara. O Senado envergonha o Brasil e os nossos senadores - ressalvando obviamente José Nery - envergonham o Pará.