23.4.09

O Que Vem no JP

Pauta da próxima edição do Jornal Pessoal, nas bancas amanhã, 24.

- O noticiário policial da grande imprensa paraense visa o comércio, não a informação.
- O melhor que a vereadora Vanessa Vasconcelos pode fazer é renunciar ao mandato.
- Ação da família Sefer contra o blog Quinta Emenda tangencia a questão principal: a pedofilia. A defesa do próprio deputado é inconvincente.
- João Santos, o grande empresário pernambucano, foi um cangaceiro até o fim, aos 101 anos.
- PT repete Paulo Chaves na Estação das Docas.

9 comentários:

Simone Romero disse...

Juvêncio,

Acabei de voltar a blogsfera. Passa lá e depois me diz o que achaste.

O endereço é

blogsforanada.blogspot.com

Não publica este post não. Só mandei ele porque esqueci o teu e-mail.

Simone Romero disse...

Juvêncio

o endereço do blog é


http://blogsfora-nada.blogspot.com/

Anônimo disse...

O que aconteceu com a CPI da Pedofilia?Depois que o Sefer reunciou não vi mais nada.E o irmão da Governadora?

Anônimo disse...

Será que a ¨céria ¨Vanessa já comprou um melhoralzinho para ler o nosso Jornal Pessoal? Se não comprou acho bom comprar, visto que a materia do Lucio é pau puro!

Anônimo disse...

O Lúcio critica os grandes jornais, e com razão.
Gostaria que ele explicasse para o seleto público de seu Jornal Pessoal porque não faz matéria sobre os absurdos cometidos pelos cartórios e as mazelas da Universidade Federal do Pará?
Será que, nesses casos, seus interesses são semelhantes aos dos donos dos grandes jornais?
Acredito que o nobre jornalista não ficará ofendido com o questionamento. Ele não passa de uma curiosidade.

Juvencio de Arruda disse...

Acredito que o jornalista Lucio Flavio Pinto não ficará ofendido com sua sugestão de pautas, embora não vislumbre a menor ligação entre os intereses das pocilgas e suas mal disfarçadas suposições sobre interesses de Lucio com cartórios e UFPA.

Anônimo disse...

Caro Juvêncio: no Pará, o pior cego é o que não sabe ler. Sugiro ao anônimo:
1) Deixe de ser anônimo. Eu não me ofendo nem com ofensas, imagine com questionamentos. Também não carrego a tiracolo Saddams ou Gentilezas. Nenhum risco, pois.
2) Releia os números mais recentes do JP. Vai encontrar críticas (e sugestões) sobre a UFPA. No elogio que fiz ao reitor, não deixei as críticas de lado. Quanto aos cartórios, já denunciei vários deles e escrevi, com todas as letras, que o de Altamira era a central da grilagem no Pará. O TJE puniu a cartorária e sua auxiliar. Mesmo assim, fui condenado por atacar o maior de todos os beneficiários das grilagens sacramentadas no registro de imóveis de Altamira, o Cecílio do Rego Almeida, maior grileiro do planeta (sem ofensa à sua memória). Também denunciei a então titular do cartório de Monte Alegre, que fez uma - se podemos assim chamá-la - demarcação fundiária in folio, inédita nos anais históricos, em benefício da Jari (não mais de Ludwig: de Amoroso). Ela também foi afastada e, como a de Altamira, demitida. É irmã de um amigo de neu de Santarém.
Se o anônimo acha que preciso atacar um cartório específico, por um crime específico, ou a UFPA, por uma questão específica, que diga o motivo e aponte as questões. De preferência, assinando o que diz. Tal como se expressou, está sujeito a ser chamado de "agente provocador". Conhecemos a figura, não? Um abraço, Lúcio Flávio Pinto

Juvencio de Arruda disse...

Olá, Lucio. Obrigado pela participação.
E parabéns pela edição das bancas do JP.
Impecável.
Abs

---

A quem interesar possa, agente provocador, segundo a Wikipédia (em francês, agent provocateur, agents provocateurs no plural) é uma pessoa que secretamente destrói as atividades de um grupo de dentro do próprio grupo.
Os agentes provocadores representam tipicamente os interesses de um outro grupo, ou são agentes diretamente designados para provocar agitação, violência, debate ou controvérsia através (ou dentro) de um grupo enquanto agem como membros do mesmo.

Anônimo disse...

Ao Lucio Flavio, só quem não lhe conhece é que não sabe das suas lutas pelas causas justas. Parabens pelo nosso Jornal Pessoal, que tal uma pauta sobre a saude tanto estadual como municipal e sobre os desmandos na COSANPA? Lhe conheço e sei que vc não usa pauta, mas acho que é necessario alguem com o seu conhecimento falar sobre estes crancos que atormentam todos nós.