28.4.09

Pandemias

No blog do Noblat, by Amarildo.

5 comentários:

Simone Romero disse...

Oi Juvêncio

Gostaria que você ajudasse a divulgar o debate "Ética e Liberdade de Informação no Jornalismo Paraense", promovido pelo Sinjor-PA.

Será quarta-feira, 29, AMANHÃ!
A partir das 15 horas, no auditório da Faculdade Ipiranga, na Almirante Barroso ao lado da Funtelpa.

Já temos confirmadas as presenças do Gerson Nogueira (aliás, é elogiável a atitude do Diário de participar das discussões sobre o assunto) , a sua (obrigada por nos prestigiar), do Ulisses Manaças, do Otacílio Amaral.

Estamos aguardando ainda a confirmação dos representantes dos demais órgãos de imprensa daqui, do Cedeca e o Lúcio Flávio Pinto.

O debate será aberto a todos os interessados.Além de estudantes e profissionais de comunicação é importante a participação da sociedade, para torna-lo ainda mais representativo.

Abraços
Aguardo você lá

Anônimo disse...

Nossas Pandêmias:

Vereadora Vanessa: Uso da Empregada Doméstica como laranja.

Arbage: Contrato de mais de 5 mi com a Prefeitura

Duciomar Costa: Sem comentários a lista não daria aqui.

Pedofilia: Sem comentários em razão da censura.

Governo Ana Julia: Inécia, corrupção, nepotismo, inoerância dentre outras.

Dep. Vic Pires Franco: Viagem egocêntrica ao exterior com o meu, o seu o nosso dinheirinho.

Ver. Carlos Augusto: Benevolente tão qual a vereadora Vanessa.

Violência: Indices alarmantes que nos fazem refens.



Completem a lista.

Prof. Alan disse...

Juvencio, Mano Velho, voltando à pandemia das passagens aéreas, o Congresso em Foco mostra que ex-deputados usaram dinheiro da Câmara para pagar viagens próprias e de terceiros, em 2007 (o site não informa sobre 2008).

Quem aparece por lá é justamente o Luiz Eduardo Greenhalgh, com 17 vôos prórios e 8 vôos pagos para terceiros.

Eu vou rir muito se uma dessas viagens foram para tratar de interesses do Daniel Dantas. E mais ainda se um dos terceiros foi Rodemburgo ou alguém da caterva denunciada...

Juvencio de Arruda disse...

rs...Já verifiquei e não foi, Prof.
A cota extra, por assim dizer, esgotou=se em dezembro de 2007, um ano após esses ordinários ficarem sem mandato.
Greenhalg veio ao Pará, naquela missão, em agosto de 2008.

Juvencio de Arruda disse...

Simone, caríssima, como disse a presidente do Sinjor em resposta ao convite, a honra é toda minha.
Até amanhã.