13.4.09

Amazônica

Um velho sonho da Antropologia da UFPA vira realidade. Em setembro vai ser lançada a revista científica Amazônica, sob a responsabilidade editorial das dras. Jane Beltrão e Denise Chaan, que chamam os interessados em publicar trabalhos até 15 de maio.
Mais informações aqui.

----

Entre 1989 e 1992 tive o prazer de trabalhar com a antropóloga Jane Beltrão. Na mesma sala da Pro Reitoria de Extensão da UFPA. Incansável, dura e divertida, Jane coordenou a primeira turma de Mestrado da UFPA na área. Ao final, procurou-me no projeto Academia Amazonia sugerindo uma pauta para o Minuto da Universidade: a conclusão das dissertações de seus alunos. Ao final dos dois anos de curso, todos os 14 alunos defenderam suas dissertações, coisa raríssima na pós graduação brasileira na área das Ciências Humanas.

2 comentários:

Lafayette disse...

Amigo, isto muito me interessa!

Tem lá site, mas sabe se tem e onde posso encontrar no papel?

O papai vai gostar de ler esta revista, até porque neste 1ª volume tem estudo dos Asurinis, povo importante na história dele e do vovô.

E, olha só o que diz o texto, no "Enasio Fotográfico - A Amazônia e o Futuro":

"Quando se pensa na Amazônia o que vem à mente, em geral, é a floresta imensa, a biodiversidade sem par, os rios caudalosos, os povos indígenas isolados.

Poucos se recordam de uma imensa população rural, de caboclos, ribeirinhos, quilombolas e muitos outros, que aqui vivem há séculos, povoando cada recanto da região.

Região que, aliás, jamais foi um vazio demográfico. Gente que conhece cada espécie de planta, cada pegada de bicho, cada tipo de solo e cada curva de rio.

Os jovens, dos diversos grupos, são os receptáculos presentes e futuros desses conhecimentos. Sem a participação deles todo o saber tradicional morrerá."

Lembrei-me daquele papo molhado, travado na calçada de um bar, num sábado chuvoso, tendo ao fundo, uns sambas tocados e cantados na melhor qualidade.

Juvencio de Arruda disse...

Quando a revista sair, em setembro, lembre-me de conseguir um exemplar para mandar ao cacique honorário dos xipaias, o André Grande Urso...eheh
Lembrei-me da história da índia Panair...rs...vou contá-la para a profa. Jane assim que a encontrar.