17.4.09

Condolências

Sob o título Oligarquia, no blog do Cjk.

A Sra. Roseana Sarney, após apresentar hoje de manhã sua renúncia ao cargo de senadora da República, tomou posse na Assembléia Legislativa do Maranhão no cargo de governadora do Estado.
Antes ainda, recebeu o seu diploma no TRE-MA, em curta cerimônia fechada, das mãos do presidente em exercício daquela Corte Eleitoral, o Desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos.
Por que o ato oficial da diplomação não foi dirigido pela presidente do tribunal, a sua tia Desembargadora Nelma Celeste Sousa Silva Sarney Costa?
Será que foi para evitar alguma manchete do tipo:
"APRESENTOU A RENÚNCIA AO PAI, E RECEBEU O DIPLOMA DA TIA"?
Nossos pêsames aos cidadãos do Estado vizinho.

11 comentários:

Alan Lemos disse...

Eleições caribenhas.

Anônimo disse...

Tanto esforço do povo maranhense pra nada.
Fica a lição para esse mesmo povo maranhense não se iludir trocando seis por meia dúzia.

Anônimo disse...

Juca, meus pesâmes também para o governo Ana Júlia, que já parece "fim de festa". Ao invés de fazer mudanças no status quo e na forma de fazer politica nesse estado, só sabe fazer mais do pior. Tô bege, acabei de ler no R-70, que a OS Pará 2000, responsável pela administração da Estação das Docas e Mangal das Garças, passa para a "mão" do Zé Carlos Lima do PV, que claro indicou sua mulher. O pior, é que se o cara ainda for casado com a mesma mulher, a nacional Maria do Rosário Nonato Aranha, a Rose,é bom a Dona AGE ficar de olho. Procure saber o motivo da sua saída involuntária da SUDAM em 2002.

Anônimo disse...

Vê-se que você não conhece o Maranhão. Não precisamos de pêsames. Ao contrário, o Maranhão merece é festa. Livramo-nos de um governo corrupto, squeador. Só para dar uma idéia: o governador cassado, Jackson Lago, sofre processo no STJ por corrupção passiva e formação de quadrilha. Tudo por conta da Operação Navalha, da PF. Ele só não foi preso porque a ministra do STJ se equivocou com a Constituição do Maranhão.
abraços,
Roberto Kenard

Anônimo disse...

RSRSSRS Mamãe voltou......

Armando O. Silva (Kapileh) disse...

O Maranhão não merece pêsames. Merece parabéns por, nos corretos trilhos da democracia, ter defenestrado do Poder tão anódina, incompetente e servil figura (nunca governou. Entregou o Governo a Vidigal e Zé Reinaldo), o Sr. Jackson Lago.

Por outro lado, um Estado que tem nos seus arcos do poder o binômio lullo-petratha "CAREPA-BARBALHO" é que merece pêsames. Meus pêsames a vocês.

Anônimo disse...

Égua Juca,nao era mais fácil pra Roseana entrar com uma acao de reintegracao de posse?Marcelo Gil Castelo Branco.

Juvencio de Arruda disse...

Kenard e Kapileh, prazer em vê-los por aqui. Bem vindos ao blog.
Quanto ao conhecimento do Maranhão, talvez vc ( Kenard) queira se referir à Cjk, o autor do post linkado.
Costumo dar espaço às duas faces da moeda por aqui, e torci (ver arquivos)para que, "nos trilhos da democracia" ( boa Kapileh!) a quadrilha Lago fosse apeada do poder.
Torci e apanhei...rs
Conheço um pouco do vizinho estado, onde ando, converso, ouço, alimento-me com as comidas, danço com os bois e os tambores da Jansen, filmo e entrevisto pessoas desde 1976, quando minha irmã, ex companheira de WR, foi morar aí.
Não espero que o Maranhão mude muito, mas a fila tem que andar. Sem isso o futuro não chegará.
Quanto aos maranhenses no Pará ( alô Kapileh) essa é uma questão complexa, que tensiona a existência "real" da federação.
É claro que não se construirão
muros. Tb é claro que o Pará não poderá continuar acolhendo a miséria que Lago não repatriou - lembram que ele prometia trazer de volta 900 mil maranheses em sua campanha?
Quem os enviou para cá? Lago? Não. Foi a dinastia Sarney, em seus mais diversos heterônimos subsequentes ao próprio Sarney.
Volta a questão federativa.
Tenho batido, caros Kenard e Kapileh, na necessidade da gov Ana Julia chamar o conceito ( de federação) à ribalta: o Pará não tem a mais remota condição de arcar com o bonde da EFC e outros mais distantes, rodoviários.
Não teve, lamentavelmente, a governadora, a disposição para tal. Apostou nos efeitos de encadeamento da Formaçao Bruta de Capital Fixo dos investimentos da Vale - fabuloso vetor do desequilíbrio demográfico, social e econômico do Pará.
Qual o quê...
Sancionou o modelo tucano, e antes peemedebista - na verdade federativo pois as elites locais nunca pariram um projeto estadual de desenvolvimento - dos últimos 25 anos, e que levaram o estado a breca.
E ainda mangam do que escrevo...
De todo modo, saúdo, mas com muita alegria, a presença de ambos aqui no blog.
Quem sabe podemos debater o que esa geração de gestores predadores, aí e aqui, se recusa? Por comodidade, insegurança, falta de coragem, isolamento do conhecimento científico regional.

Abs aos dois maranhenses e, mais uma vez, muito obrigado pela visita.
Fizeram muito bem em defender seus conterrãneos.
Faço o mesmo por aqui.
Pela federação.

Anônimo disse...

AGE,isso é caso de Ministério Público! Como pode alguém que já foi demitido de órgão público após responder Processo Administrativo, ser nomeado para uma instiutição que recebe uma bolada de recursos públicos.

Anônimo disse...

Viva a volta do CORONELISMO no Maranhão. Espero que aqui essa tendência não passe para vigência!

Anônimo disse...

Rosena está assumindo porque ficou em segundo lugar, com pequena diferença em relação ao vencedor-cassado. Portanto, quem deve pagar a conta (e vai) é o próprio eleitor, que põe figuras como Roseana, Ana Júlia, Lula e etc para governá-los.