18.4.09

A Lição do Público

A foto de capa do jornal Público, na edição de hoje, é um espetacular exemplo de como a violência pode ser retratada na manchete de capa de um jornal sem arrebentar com a ética e a justiça. E mais: denunciando a falta delas.
A imagem é do repórter fotográfico Elcimar Neves, da Agência Pará, e retrata a mãe de todas as violências.

8 comentários:

Raphael Teixeira disse...

O Público ta dando várias lições às pocilgas e ao população, que já achava aquilo tudo "normal".

Agora olha só Juca, quem vai ser seu "companheiro" na blogsfera!

http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u552758.shtml

Abraço!

Juvencio de Arruda disse...

rsrs...graaaande blogueiro, Msc.
Ele vai ser "nosso" companheiro.
Qto ao Público, a capa de hoje é (mais) uma lição ao destempêro.
Abs e bo findi pra vc e pra morena, com todo o respeito, é claro.

Anônimo disse...

O Público ao poucos vai tomando seu espaço e mostrando que um bom jornal não precisa de exageros. Parabens pela publicação, sou supeito pra falar mas esse era um momento esperado, o reconhecimento depois de tantas críticas indicam que o cmainho é esse.

Josué Cidade

Anônimo disse...

Comecei a ler o PÚBLICO com certa desconfiança, mas aos poucos fui vendo sua linha progressista e além de ler passei a recomendar aos amigos. E vc Mestre Juva, como sempre fazendo a gente ver a essência das coisas que as vezes passam desapercebidas do nosso olhar apressado. Tomara que o PÚBLICO não enverede no rumo das pocilgas.

Juvencio de Arruda disse...

das 9:32, obrigado.
A foto é oportuníssima e o post despertou a ir dos comentaristas da madrugada, que aqui vierem exibir seus próprios cadáveres...eheh.
Divirto-me e devolvo-os ao lugar de onde saíram: as catacumbas.

Val-André Mutran disse...

Espetacular!
O Público de meu amigo Felão, é a terceira via do jornalismo de latrina praticado pela concorrência no Pará: A Terra sem Direitos.

Anônimo disse...

Onde vendem ou distribuem esse jornal Juca? Procurei a cidade toda e não encontrei.

Anônimo disse...

www.publicojornal.com.br pode ler nesse endereço.