3.4.09

MPE: Siga o MPF

Na caixinha do post abaixo, o vereador Carlos Augusto (DEM) lança um repto ao promotor Frederico Oliveira, dos Direitos Constitucionais do parquet estadual.

Bem que o Dr. Frederico poderia fazer andar as ações pendentes do DUDU no Ministério Público Estadual, o MPF deu exemplo.

13 comentários:

Anônimo disse...

Prezado Juvêncio:
Leia, por favor, o documento que lhe enviei agora, para o e-mail juvencioarruda@gmail.com.
Um abraço
Marcos Klautau

Juvencio de Arruda disse...

Bom dia, Marcos.
Já li e mandei o anexo para a PGE, MPE e UFPA pedindo informações sobre o caso. Deverei ter um retorno mais atualizado em breve.
Abs

Anônimo disse...

Bom dia, Juvêncio:
Obrigado pela atenção.
Aguardo notícias neste seu - ótimo - blog.
Um abraço
Marcos Klautau

Anônimo disse...

Prarabéns ao MPF e cadeia ao prefeito safado e sua corja!

Juvencio de Arruda disse...

Nada de moral cínica aqui no blog.
Quem deve se manifestar aqui no blog, querendo, é o promotor Frederico.
Dispenso patifes, vcs sabem.

Anônimo disse...

Segundo uma fonte no MPE, quem está cuidado deste caso é a Promotora de Justiça Graça Cunha (Dr. Frederico não está mais atuando nesta Promotoria). E pelo que se comenta uma ACP está prestes a sair do forno. É aguardar para conferir.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado pela informação.
Vamos ver por quanto tempo esse forno aquece o suficiente.
E o vereador vai tomar ciência de seu comentário.

Anônimo disse...

Caro Juvêncio, bem que o MInistério Público Estadual poderia "fazer a fila andar sobre o caos da saúde no estado", uma vez que não faltam são denúncias e questões concretas não resolvidas. Mas, se os promotores não estão tendo a liberdade funcional para agir, conforme CF/1998, que dêem nomes aos bois e o que está deixando travado o MPE no Pará. Pelo menos é o sentimento da maioria dos paraenses que ainda acreditam no MPE, mas que não anda.

Anônimo disse...

Juca: Não dava para o Juiz Campelo julgar estas barbaridades?

Prof. Alan disse...

Anônimo das 5:03, o Dr. Campelo só pode avançar sobre os desvios de verbas federais, por conta da competência da Justiça Federal.

Quanto aos desvios de verbas originárias do próprio orçamento municipal e daquelas repassadas pelo Governo do Estado, quem tem que acordar e fazer algo é mesmo o Ministério Público Estadual, cujos promotores ganham muito bem, tem funcionários em quantidade à disposição e não são menos capacitados que os colegas do MPF. A razão porque pouco fazem é um mistério...

Anônimo disse...

Prof. Alan; Joguei a isca para o nosso JUCA a respeito de o Dr. Campelo julgar as coisas do MPE, sabendo que não seria possivel. O bom disso e saber que estes Procuradores leem o blog e poderiam imitar o Juiz Campelo. Sei que é dificil porque eles não querem se indispor com a Ana dos Kits e o povo que se lixe.

Anônimo disse...

Esse MPE só melhora se mudar a lei permitindo a eleição de promotor(a). Assim o re-re-re-reeleito sequer concorreria, ou outro mamute ante-Carta de 88. Todo poder às bases ministeriais!!!!
( a lei tá pronta no forno (falta mandar prá Assembléia e já temos candidato: Cezar Mattar!!!)

Juvencio de Arruda disse...

Hum hum...meus parabéns!
Eu não abraço candidatos, mas causas. Esta pode ser uma delas.
De todo modo, é abusiva a re-re-re-reeleição.
Vão em frente, folguem a gravata, arregaçem as mangas e principalmente, saiam do armário, digo, do anonimato.
Dêem publicidade ao movimento e boa sorte.