14.4.09

Ocaso

Paulo Henrique Amorim acompanha as funcionárias do STF que acompanham a CPI dos Grampos, e comenta o afastamento do delegado Protógenes Queiroz.
O caso Daniel Dantas é das mais emblemáticas representações desta República.

3 comentários:

Anônimo disse...

Juca ,
Não me assustaria se de repente não aparecer um juiz ou juiza e te embarga todo e qq comentário sobre o DD.
Estamos contigo , mano.
Abs
Tadeu

John Charles disse...

Com essa atitude, eles (os prejudicados pela ação do delegado)vão reforçar a luta contra a corrupção que os alimenta, criando sem querer um mártir involuntário. Temos que manifestar nosso apoio ao Protógenes, afinal não é todo homem que tem coragem de bater de frente com um mafioso do porte de Daniel Dantas, cujos tentáculos são maiores do que imaginamos.... bem maiores. Seria uma boa fazermos um ato nacional no dia 21 de abril, em defesa de Protógenes.
Juca, minha solidariedade contra a mordaça da juíza. Eles podem ter a grana e o compadrio, mas nós temos a coragem e a vergonha na cara. Estamos aí, pro que der e vier.

Juvencio de Arruda disse...

Das 7:40, adoro vê-los zurrar, bandidos!