4.4.09

Outro Lado

A propósito do post Conluio, de ontem, o diretor de redação do Público, jornalista Edir Gaya envia ao blog:

Prezado Juvêncio,

se há benevolência no editorial ela é cidadã, proveniente da expectativa crítica de quem saúda uma mudança que pode contribuir para retirar a saúde do buraco em que ela foi enfiada em Belém.
O editorial deixa claro, porém, que não é a imolação de Rejane Jatene que resolverá os graves problemas provocados pela gestão do SUS no âmbito do município. Aliás, não é curioso que o juiz federal Antônio Campelo tenha adotado exatamente as medidas que elencamos como necessárias para se resolver o caos na saúde municipal - verba liberada com a anuência da justiça e a exigência de uma comissão tripartite (União, Estado e município), com a supervisão do Ministério Público Federal para acompanhar a aplicação do dinheiro?
Nossa responsabilidade com a coisa pública não nos permite ser levianos a ponto de recepcionar o novo secretário municipal de Saúde de Belém de outra forma que não seja com a exigência crítica e participativa de uma solução para a crise da saúde pública de nossa capital, da qual nos consideramos partícipes inclusive como usuários, como evidencia de forma cristalina o editorial escrito no calor dos acontecimentos, em um périplo por algumas unidades de saúde, acompanhando uma criança adoecida.
Quanto à perspectiva de acordos políticos, mesmo entre partidos adversários, em torno de soluções urgentes para a saúde pública municipal, consideramos natural e saudável que o vereador Marquinho do PT se aproxime do colega de parlamento Antônio Vinagre (PTB) para discutir questões fundamentais e necessárias à resolução dos problemas da saúde municipal. Afinal, os dois foram eleitos exatamente para isso, além do fato de integrarem agremiações que compõem a base aliada tanto do governo federal como do governo estadual.
Não somos adeptos do quanto pior melhor, não acreditamos em teorias conspiratória e nem avalizamos acusações sobre fatos que não testemunhamos ou não se fundamentam em indícios, evidências ou provas consusbstanciadas por inquéritos policiais, denúncias à Justiça ou em sentenças transitadas em julgado.

-----

O blog registra a atenção e a simpatia com que o Público se comporta com as críticas que recebe, da mesma maneira que reage aos elogios que recebe deste blog.

3 comentários:

Anônimo disse...

Registre-se que o tal Vinagre que será servido ao povo já votou contra a CPI da Saúde. Se querem resolução, seria de bom alvitre colocar alguém isento de subserviência e rebaixamento moral.

Val-André Mutran disse...

Juvêncio a situação é de conhecimento da base política do prefeito.
Ele não se emenda se não quiser.

Anônimo disse...

Só se emenda quem tem fibra...